SAÚDE DA MULHER NO ALTO OESTE POTIGUAR

Autores

Palavras-chave:

Agente Comunitário de Saúde, Polí­tica Pública, Saúde da mulher

Resumo

O conhecimento sobre o acesso e como se utiliza os serviços de saúde no território é essencial para reduzir barreiras de tratamento, promover a prevenção de agravos e possibilitar a promoção da saúde, no sentido de garantir os princí­pios da universalidade e da equidade, com aproximação aos serviços e a orientação do desenho de polí­ticas de saúde da mulher. O estudo tem por objetivo analisar a polí­tica de atenção à saúde da mulher a partir das informações do Relatório de Visita Domiciliar e Territorial do Agente Comunitário de Saúde, de um municí­pio da região do Alto Oeste Potiguar. É um estudo documental descritivo de natureza qualitativa. Evidenciou-se ao longo do estudo, um território caracterizado pela predominância do gênero feminino, apresentando um perfil populacional acometido pelas Doenças Crônicas não Transmissí­veis, enfermidades degenerativas e com necessidades especiais, também, as mulheres com idade de 50 a 60 anos, com os exames de mamografias e ações preventivas em dia, além do quantitativo de mulheres em idade reprodutiva e não reprodutiva. Constata-se a prevalência do consenso de que as conquistas em prol da saúde da mulher, ainda estão longe de ser apontadas como aceitáveis, porém, a pesquisa possibilita entender os avanços, desafios e dificuldades na efetivação das polí­ticas de saúde a mulher no contexto estudado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vânia Maria Pessoa Rodrigues, Secretaria Municipal de Educação de São Miguel (RN)

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN (2004); graduação em Ciências Econômicas pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - UERN (1999); graduação em Educação Fí­sica pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), através do Plano de Formação de Professores da Educação Básica/ PARFOR. Possui Especialização em Metodologia do Ensino Fundamental e Médio pela Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA e Especialização em Mí­dias na Educação pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. Atualmente é docente, atuando a 22 anos na rede de ensino municipal de São Miguel/RN, Ensino Fundamental. Tem experiência nas Ciências Humanas e Sociais com ênfase na formação de Professores, na orientação de estudos. Aluna Bolsista do Programa Institucional de Bolsa de Extensão - PIBEX 2019 a 2020, através do Projeto Mana: Atividade fí­sica e dinâmicas de interação com usuários do CAPS -Centro de Atenção Psicossocial de Pau dos Ferros. 5º Edição. Membro do Grupo de Pesquisa Educação Fí­sica, sociedade e saúde/UERN. Voluntária do Projeto de Pesquisa: Memória Social, Polí­ticas Públicas e Estratégias Locais de Enfrentamento da Seca. Mestre pelo Programa de Pós-graduação Planejamento e Dinâmicas Territoriais no Semiárido - PLANDITES/UERN.

Francisco Alexson de Freitas, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN)

Graduando do curso de Tecnologia da Informação no campus (UFERSA) - Pau dos Ferros (2020). Graduado em Administração pela Faculdade Evolução Alto Oeste Potiguar-FACEP (2019). Pós-graduado em Auditória e Controladoria pela Faculdade Venda Nova do Imigrante FAVENI (2019). Tem experiência na área de Administração, com ênfase em Gestão Empresarial, Recursos Humanos e financeiro. Aluno especial do Programa de Mestrado Acadêmico em Planejamento e Dinâmicas Territoriais no Semiárido - PLANDITES/UERN.

José Giovani Nobre Gomes, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN)

Concluiu o Doutorado em Ciências da Saúde pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde - PPGCSa, DINTER UFRN/UERN. Graduado em Enfermagem pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - UERN; É Especialista em Saúde da Famí­lia pela Universidade Federal do Ceará - UFC e pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN; em Enfermagem Obstétrica pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - UERN e em Formação em Saúde pela FIOCRUZ. Atualmente é Professor Adjunto IV do Curso de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, no Campus de Pau dos Ferros - CAPF/UERN. Professor Titular do Programa de Pós-Graduação em Planejamento e Dinâmicas Territoriais no Semiárido (PLANDITES) da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - UERN, Campus de Pau dos Ferros. Tem experiência na área de Enfermagem, com ênfase em Gestão de Serviços de Saúde, Polí­ticas Públicas, Ensino de Enfermagem na Atenção a Saúde Individual e Coletiva, Fisiologia Humana e Saúde da Materno-infantil.

Sara Taciana Firmino Bezerra, Secretaria Municipal de Educação de São Miguel (RN)

Doutora em Enfermagem pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Ceará, mestre em Cuidados Clí­nicos em Saúde e Enfermagem, pela Universidade Estadual do Ceará; Especialista em Estomaterapia pela Universidade Estadual do Ceará; Docente do Curso de graduação em Enfermagem da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte, Docente colaboradora do Programa de Pós-Graduação Planejamento e Dinâmicas Territoriais no Semiárido e enfermeira do Instituto Dr. José Frota Fortaleza-CE. Foi professora do curso de graduação em Enfermagem da Faculdade Metropolitana da Grande Fortaleza (FAMETRO) e professora substituta do Curso de Graduação em Enfermagem da Universidade Estadual do Ceará. Trabalhou no Hospital Municipal Humberto de Queiroz no municí­pio de Pereiro-CE e no Programa Saúde da Famí­lia (PSF) no municí­pio de Ererê - CE. Tem experiência na área de Enfermagem, atuando principalmente nos seguintes temas: teorias de Enfermagem, estomaterapia, educação e saúde, doenças crônicas, sistematização da assistência de enfermagem, hipertensão arterial.

Referências

AGUM, R.; RISCADO, P.; MENEZES, M. Polí­ticas Públicas: Conceitos e Análise em Revisão. Revista Agenda Polí­tica. Vol.3, n.2, p. 12 – 42, jul/dez, 2015. Disponí­vel em: <https://www.agendapolitica.ufscar.br/index.php/agendapolitica/article/view/67>. Acesso em: 21 jan. 2019.

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. Tradução: Luí­s Antero Reto, Augusto Pinheiro. São Paulo: Edições 70, 2016.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasí­lia/ DF, 5 de outubro 1988.

BRASIL. Lei nº 8.080, de 19 de setembro de 1990. Dispõe sobre as condições para promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes. Brasí­lia, DF, 1990. Disponí­vel em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8080.ht>. Acesso em: 10 jan. 2018.

BRASIL. Polí­tica nacional de atenção integral í saúde da mulher: princí­pios e diretrizes. Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção í Saúde, Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Brasí­lia: Ministério da Saúde, 2004. Disponí­vel em: <https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/politica_nac_atencao_mulher.pdf>. Acesso em: jan. 2019.

BRASIL. Saúde da Mulher: Desafios para Integralidade com Equidade. In. 2ª Conferência Nacional de Saúde da Mulher. 2017. Disponí­vel em: <http://conselho.saude.gov.br/images/biblioteca/revistas/revista_jul-ago_2017.pdf>.

Acesso em: 06 abr. 2019.

FERREIRA, H. M.; SALES, M. D. C. Saúde da mulher enquanto Polí­ticas Públicas. Salus J Health Sci, Espí­rito Santo, v. 3, n. 2, p. 58-65, mar. 2017. Disponí­vel em: <http://www.salusjournal.org/magazine/saude-da-mulher-enquanto-politicas-publicas/>. Acesso em: mar. 2019.

GONDIM, G. M. M.; MONKEN, M.; ROJAS, L. I.; BARCELLOS, C.; PEITER, P.; NAVARRO, M. GRACIE, R. O território da saúde: a organização do sistema de saúde e a territorialização. Território, ambiente e saúde, Rio de Janeiro: Editora Fiocruz, p. 237-55, 2008. Disponí­vel em: <http://www.escoladesaude.pr.gov.br/arquivos/File/TEXTOS_CURSO_VIGILANCIA/20.pdf>. Acesso em: abr. 2019.

GUERRA, D. M. Descentralização e regionalização da assistência í saúde no Estado de São Paulo: uma análise do í­ndice de dependência. Tese (Doutorado em Serviços de Saúde Pública), Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo, 2015.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatí­stica. Brasí­lia/DF, 2011.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatí­stica. Bases Cartográficas: mapas municipais, IBGE, 2015. Disponí­vel em: <https://mapas.ibge.gov.br/bases-e-referenciais/bases-cartograficas.html>. Acesso em: 12 set. 2019.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatí­stica. Cidades e Estados. IBGE, 2019. Disponí­vel em: <https://www.ibge.gov.br/cidades-e-estados/>. 2019. Acesso em: 06 jan. 2020.

LIMA, T. M. Descentralização e controle social. Revista Polí­ticas Públicas, Rio de Janeiro, v. 02, n. 4, p.71-96, 2015.

MALTA, D. C.; BERNAL, R. T. I.; LIMA, M. G.; ARAÚJO, S. S. C.; SILVA, M. M. A.; FREITAS, M. I. de F.; BARROS, M. B. de A. Doenças crônicas não transmissí­veis e a utilização de serviços de saúde: análise da Pesquisa Nacional de Saúde no Brasil. Rev Saúde Pública. 2017, v. 51 Supl. 1:4s. Disponí­vel em: <https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S003489102017000200306&script=sci_abstract&tlng=pt>. Acesso em: out. 2020.

SECCHI. L. Polí­ticas públicas: conceitos, esquemas de análise, casos práticos. 2ª ed. São Paulo: Cengage Learning, 2017.

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE PÚBLICA/SESAP. Rio Grande do Norte. Atenção í saúde com foco na vigilância epidemiológica: caderno de saúde Rio Grande do Norte, 2016. Subcoordenadoria de Vigilância Epidemiológica. Natal/RN: SUVIGE, 2018.

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE PÚBLICA/SESAP. Rio Grande do Norte. Boletim epidemiológico: doenças crônicas não transmissí­veis – DCNT. Subcoordenadoria de Vigilância Epidemiológica. Natal/RN: SUVIGE, 2019.

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE. Prefeitura Municipal de São Miguel. Plano Municipal de Saúde de São Miguel/RN 2018 – 2021. Secretaria Municipal de saúde, PMSM, 2018.

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE. Prefeitura Municipal de São Miguel. Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde do Brasil (DATASUS). Relatório de Visita domiciliar e territorial. Secretaria Municipal de saúde, PMSM, 2019.

SOUZA, C. Polí­ticas Públicas: uma revisão da literatura. Sociologias, Porto Alegre, ano 8, nº 16, jul/dez 2006, p. 20-45. Disponí­vel em: <https://www.scielo.br/pdf/soc/n16/a03n16>. Acesso em: set. 2019.

TELES, M. A. de A. Breve história do feminismo no Brasil e outros ensaios. São Paulo: Editora Alameda, 2017.

Downloads

Publicado

15-02-2022

Como Citar

MARIA PESSOA RODRIGUES, V.; FREITAS, F. A. de; GOMES, J. G. N.; BEZERRA, S. T. F. . SAÚDE DA MULHER NO ALTO OESTE POTIGUAR. Revista Geotemas, Pau dos Ferros, v. 12, p. e02201, 2022. Disponível em: https://periodicos.apps.uern.br/index.php/GEOTemas/article/view/3165. Acesso em: 12 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)