Da geração do texto ao ritmo da escrita

Autores

  • Guilherme Aparecido de Souza Universidade Estadual Paulista (UNESP)

Palavras-chave:

Heterogeneidade, Dimensões linguí­sticas, Gramática Funcional

Resumo

Com este trabalho, pretende-se verificar o processo de demarcação do ritmo da escrita, pois se acredita ser esse um dos fatores que auxilia para a diminuição do abismo que permeia as modalidades escrita e falada. Conforme a metodologia aqui adotada, a pontuação e sua ausência prestam-se à depreensão desse ritmo da escrita. Além disso, julga-se que as funções pragmáticas, segundo a visão do teórico Dik (1989), também colaboram para a verificação do ritmo. Os dados observados são constituí­dos por textos escritos extraí­dos de entrevistas do grupo de estudos Discurso & Gramática (RJ), que trabalha com pesquisas na área de linguí­stica funcional.

Referências

ABAURRE, M. B. M. Os estudos linguí­sticos e a aquisição da escrita. In: CASTRO, M. F. P. (Org.). O método e o dado no estudo da linguagem. Campinas: Ed. Unicamp, 1996, p. 111-178.

AUTHIER-REVUZ, J. Heterogeneidade(s) enunciativa(s). Caderno de estudos linguí­sticos. Campinas, v. 19, p. 25-42, jul./dez. 1990.

CHACON, L. O ritmo da escrita. São Paulo: Martins Fonte, 1998.

CORRÊA, M. L. G. A heterogeneidade da escrita e o ensino de Português. São Paulo: USP, 2000.

DIK, S. C. The Theory of Functional Grammar. Dordrecht: Holland, 1989.

MARCUSCHI, L. A. Lí­ngua falada e lí­ngua escrita no português brasileiro: distinções equivocadas e aspectos descuidados. Berlim: instituto ibero-americano Preussischer Kultubesitz, 1998.

PEZATTI, E. G. Constituintes pragmáticos em posição inicial: distinção entre tema, tópico e foco. ALFA, São Paulo, 42: 133-150, 1998.

SAUSSURE, F. Curso de linguí­stica geral. São Paulo: Cultrix, 1969.

Downloads

Publicado

2016-12-05

Como Citar

SOUZA, G. A. de . Da geração do texto ao ritmo da escrita. Diálogo das Letras, [S. l.], v. 5, n. 2, p. 216–226, 2016. Disponível em: http://periodicos.apps.uern.br/index.php/DDL/article/view/1504. Acesso em: 8 fev. 2023.

Edição

Seção

Seção Livre